EIS A PROVA-3 – Utilização meus livros 2016: CESPE, FCC, FGV, ESAF

Caríssimos,

EIS A PROVA-3 destaco exemplos de utilização meus livros em 2016, pela CESPE, FCC, FGV e ESAF.

O artigo EIS A PROVA-1 demonstra a utilização de meus livros pelas bancas de concursos (2012,2013,2014).

O artigo EIS A PROVA-2 demonstra a utilização de meus livros no meio profissional acadêmico.

Em 2015:  quase 100 questões integralmente/ou com recortes de meus livros – veja nesta página COMOPASSAR só as 3 provas de TRTs trazem 16 questões extraídas de meus livros. ESTAS, mais outras de 2013, 2014 e 2016 – estou separando para quando for lançar novos livros de questões comentadas.

Apresento aqui apenas alguns exemplos (ao todo foram cerca de 100 questões em 2016)

CESPE/2016 – ACE-Administrador do TCE-Santa Catarina

Questão 52: Acerca da transparência na administração pública. Na administração pública, o termo accountability inclui a obrigação de os agentes públicos prestarem contas, a utilização de boas práticas de gestão e a responsabilização pelos atos e resultados decorrentes da utilização de recursos públicos.

Livro Administração Pública, 6ed/2017,pg.169. Segundo Paludo “Accountability inclui a obrigação de prestar contas, a utilização de boas práticas de gestão e a responsabilização pelos atos e resultados decorrentes da utilização dos recursos públicos.

Questão 54: Com relação à gestão por resultados e à gestão de pessoas no serviço público. O orçamento por resultados melhora a aceitação dos governos, reforça a confiança nas instituições públicas estabelecidas e contribui para o desenvolvimento socioeconômico, bem como para a eficiência, a eficácia e a efetividade da gestão pública.

Livro Administração Pública, 6ed/2017,pg.276. “O orçamento por resultados melhora a aceitação dos governos, reforça a confiança nas instituições estabelecidas e contribui tanto para o desenvolvimento socioeconômico da nação quanto para a eficiência, eficácia e efetividade da gestão pública.

 Questão 56: Com relação à gestão por resultados e à gestão de pessoas no serviço público. No setor público, a administração por objetivos preconiza um sistema de remuneração fixa, vinculado ao alcance dos objetivos e metas.

Livro Administração Pública, 6ed/2017,pg.277. “A administração por objetivos apregoa um sistema de remuneração variável, vinculado ao alcance dos objetivos e metas”.

 Questão 63: Com referência ao planejamento e à avaliação de políticas públicas no Brasil. O método de formulação de políticas públicas denominado racional-compreensivo parte do pressuposto de que, considerando-se as preferências mais relevantes da sociedade, a intervenção por meio de políticas públicas deve fundamentar-se em ampla análise prévia dos problemas sociais.

Livro Administração Pública, 6ed/2017,pg.468. Segundo Paludo “Método Racional-compreensivo: parte do pressuposto de que a intervenção por meio de políticas públicas deve ter sustentação em ampla análise prévia dos problemas sociais que contextualizam a situação-problema a ser resolvida, considerando as preferências mais relevantes da sociedade”.

 

CESPE/2016 – ACE-Administrador do TCE-Pará

Questão 78: No que concerne à gestão de processos nas organizações. No mapeamento de processos, uma das ferramentas mais utilizadas é o fluxograma, que possibilita uma visão geral, demonstra a forma de relacionamento dos elementos, mostra as entradas e as saídas e favorece a comparação do processo gráfico com o processo real.

Livro Administração Pública, 6ed/2017,pg.413. Segundo Paludo “O fluxograma é a ferramenta utilizada para o mapeamento dos processos. Os fluxogramas permitem a visão geral do processo, demonstram como os elementos se relacionam, mostram as entradas e as saídas, permitem comparar o processo gráfico com o processo real”. 

Questão 84: Com relação ao orçamento público. A lei de diretrizes orçamentárias (LDO) pode conter dispositivos que instituam, suprimam, reduzam ou ampliem alíquotas de tributos.

Livro Orçamento Público/Afo/Lrf, 7ed/2017,pg.90. Segundo Paludo “A  LDO não pode instituir, suprimir, diminuir ou aumentar alíquotas de tributos. 

Questão 88: Julgue o item acerca de receita pública. Os créditos a receber da dívida ativa, que são classificados no ativo, representam uma fonte potencial de fluxo de caixa.

Livro Orçamento Público/Afo/Lrf, 7ed/2017,pg.185. Segundo Paludo “A dívida ativa são créditos a receber classificados no ativo e representam uma fonte potencial de fluxo de caixa.

 

CESPE/2016 – Analista Administrativo do TRT8

Questão 24: No que se refere as convergências e diferenças entre a gestão pública e a gestão privada, assinale a opção correta.

A) Tanto na gestão pública quanto na privada, as práticas da transparência e da equidade são obrigatórias.

B) Os princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência devem ser obedecidos obrigatoriamente de forma igualitária pela administração pública e privada.

C) O governo e as empresas públicas existem para servir aos interesses gerais da sociedade, ao passo que as responsabilidades das empresas privadas são inerentes a natureza e a dimensão do poder a elas atribuído legalmente.

D) Na administração pública, tal qual na iniciativa privada, o administrado/cliente só pode ser cobrado pelo bem ou serviço que efetivamente utilizar.

E) No contexto das entidades públicas, a eficiência e a eficácia – mensuradas na iniciativa privada por fatores como aumento de receitas e expansão de mercados – estão relacionadas a correta utilização dos recursos e, primordialmente, a qualidade do atendimento prestado ao cidadão e a sociedade.

Livro Administração Pública, 6ed/2017,pg.64. Segundo Paludo “A eficiência e a eficácia das entidades públicas medem-se não somente pela correta utilização dos recursos, mas principalmente pelo cumprimento de sua missão e pelo atendimento, com qualidade, das necessidades e demandas do cidadão e da sociedade – na iniciativa privada medem-se pelo aumento de suas receitas ou pela expansão de seus mercados.

Questão 29: Assinale a opção correta no que concerne a gestão de contratos celebrados com a administração pública.

A) Para serem especificados os reajustes de preços previstos no contrato, bem como as atualizações monetárias e as compensações decorrentes de condições de pagamento, são necessários aditamentos contratuais.

B) Na administração pública, para cada contrato e designado um fiscal, que se responsabiliza pessoalmente pelo acompanhamento e pela gestão global das etapas do contrato, sendo vedada a contratação de auxilio por terceiros externos a entidade.

C) A alteração unilateral de clausulas econômico-financeiras pela administração pública e uma das prerrogativas legais para se manter o equilíbrio econômico-financeiro de um contrato.

D) Monitorar o prazo de vigência do contrato, manter controle dos pagamentos efetuados e elaborar relatórios periódicos para a prestação de informações são atribuições típicas de um fiscal de contrato.

E) No ato da formalização contratual, poderá ser exigida a prestação de garantia nas contratações de obras, serviços e compras, sendo a modalidade de garantia determinada pelo contratante.

Livro Administração Pública, 6ed/2017,pg.437. Segundo Paludo “Compete ao gestor/fiscal do contrato: Manter controle dos pagamentos efetuados; Monitorar o prazo de vigência do contrato; Elaborar relatórios periódicos; Prestar informações relacionadas ao contrato”.

 

FCC/2016 – Analista Administrativo do TRF3

Questão 45: O Balanced Scorecard − BSC corresponde a um modelo de gestão estratégica que alinha missão, visão e estratégia da organização a um conjunto de indicadores

A) classificados como forças, fraquezas, ameaças e desafios.

B) divididos entre individuais e corporativos.

C) que levam em conta, entre outras, a perspectiva dos clientes.

D) entre os quais predominam os de natureza procedimental.

E) dos quais se excluem os de natureza estritamente financeira.

Livro Administração Pública, 6ed/2017,pg.360. Segundo Paludo O Balanced Scorecard pode ser entendido como um modelo de gestão estratégica, que alinha missão, visão e estratégias a um conjunto equilibrado de indicadores – financeiros e não financeiros”.

Questão 50. O modelo de excelência em gestão preconizado pela Fundação Nacional de Qualidade − FNQ consiste na representação de um sistema gerencial constituído por diversos fundamentos e critérios, que orientam a adoção de práticas de gestão nas organizações públicas e privadas, com a finalidade de levar as organizações brasileiras a padrões de desempenho reconhecidos pela sociedade e à excelência em gestão. São exemplos desses fundamentos e critérios, respectivamente:

A) resultados e visão de futuro.

B) sociedade e aprendizado organizacional.

C) clientes e pensamento sistêmico.

D) geração de valor e processos.

E) eficiência e transparência.

Livro Administração Pública, 6ed/2017,pg.262/263. Segundo Paludo O modelo de excelência em gestão da FNQ – Fundação Nacional da Qualidade – consiste na representação de um sistema gerencial constituído por fundamentos e critérios, que orientam a adoção de práticas de gestão nas organizações públicas e privadas, com a finalidade de levar as organizações brasileiras a padrões de desempenho reconhecidos pela sociedade e à excelência em sua gestão.

Os fundamentos de excelência, segundo o Caderno FNQ (2013), são os seguintes: … orientação por processos; geração de valor”

 

FCC/2016 – Contador do TRF3

Questão 57: No âmbito do Governo Federal, o SIAFI é o principal instrumento utilizado para registro, acompanhamento e controle da execução orçamentária, financeira e patrimonial. Dentre os principais objetivos do SIAFI, considere:

I.Fornecer meios para agilizar a programação financeira, otimizando a utilização dos recursos do Tesouro Nacional, através da unificação dos recursos de caixa do Governo Federal.

II.Permitir que a contabilidade pública seja fonte segura e tempestiva de informações gerenciais destinadas a todos os níveis da Administração Pública Federal.

III. Permitir o acompanhamento específico das despesas com pessoal e encargos sociais e da quantidade física de servidores.

IV.Fornecer meios para agilizar a contratação de empresas para o fornecimento de bens e serviços à Administração Pública Federal, através de licitações.

V.Permitir o controle da dívida interna e externa, bem como o das transferências negociadas.

Está correto o que consta APENAS em

(A) I, II e IV.    (B) III e V.       (C) II e V.        (D) I, III e IV.   (E) I, II e V.

Livro Orçamento Público/Afo/Lrf 7ed/2017, pg. 332/333. Segundo Paludo “O SIAFI passou a ser o principal instrumento utilizado para registro, acompanhamento e controle da execução orçamentária, financeira, patrimonial e contábil do Governo Federal.

Os objetivos do SIAFI são: … fornecer meios para agilizar a programação financeira, com vistas a otimizar a utilização dos recursos do Tesouro Nacional; permitir que a Contabilidade Pública seja fonte segura e tempestiva de informações gerenciais destinada a todos os níveis da Administração Pública Federal; … permitir o controle da dívida interna e externa, do Governo Federal, bem assim a das transferências negociadas”.

FCC/2016 – Analista Administrativo do TRT20

Questão 52: O denominado Ciclo PDCA pode ser entendido como uma técnica para controle de processos que objetiva a melhoria contínua, evitando erros lógicos, a partir das seguintes etapas sequenciais:

A) pontos críticos; definição de ações corretivas; controle/monitoramento e adequação.

B) prescrição; diagnóstico; controle de qualidade e avaliação.

C) execução; conferência; detecção de falhas e adequação.

D) previsão de custos; definição de metas; controle de resultados e avaliação.

E) planejamento; execução; controle/verificação e ação avaliativa/corretiva.

Livro Administração Pública, 6ed/2017,pg.229. Segundo Paludo PDCA é uma técnica simples para o controle de processos … usado para melhorar as atividades de um processo … reduz e evita erros lógicos. Inclui as seguintes etapas: planejamento … execução .. controle/verificação …  Ação Avaliativa/Corretiva”.

 

FCC/2016 – Analista Administrativo do TRT23

Questão 55:  A conquista da excelência nos serviços públicos decorre de um amplo conjunto de fatores, muitos dos quais associados à incorporação de novas filosofias gerenciais, de novas tecnologias, de mudança cultural e amplo engajamento dos servidores. O modelo de excelência preconizado pela Fundação Nacional da Qualidade define fundamentos e critérios de gestão tendo como referência organizações de excelência em nível mundial. Constituem, entre outros, fundamentos desse modelo:

A) avaliação e remuneração por resultados.

B) informações e conhecimento.

C) inovação e geração de valor.

D) eficiência no uso de recursos e prestação de contas.

E) treinamento contínuo e transmissão de conhecimentos.

Livro Administração Pública, 6ed/2017,pg.260. Segundo Paludo “Pode-se afirmar que a conquista da excelência nos serviços públicos decorre de um amplo conjunto de fatores, muitos dos quais associados à incorporação de novas filosofias gerenciais, de novas tecnologias, de princípios e ferramentas da qualidade, do desempenho dos recursos humanos, com mudança cultural e amplo engajamento dos servidores públicos, e com a efetiva participação e controle da sociedade – direcionando tudo isso para o atendimento das necessidades dos cidadãos”.

Livro Administração Pública, 6ed/2017,pg.261. Segundo Paludo “Os fundamentos de excelência, segundo o Caderno FNQ (2013), são os seguintes: … Inovação; … geração de valor”.

 

FGV/2016 – Analista de Projetos do IBGE

Questão 56: Um sistema de monitoramento e avaliação do PPA deve ser construído a partir de diretrizes que permitam melhorar sua gestão. No Brasil, NÃO é uma diretriz para o monitoramento e a avaliação do PPA:

A) atender às necessidades dos órgãos setoriais e de coordenação de governo, para subsidiar a tomada de decisão nos diferentes níveis;

B) considerar as lições aprendidas com as experiências de monitoramento e avaliação no setor público em âmbito nacional e internacional;

C) detalhar uma realidade nacional para implementação de todas as políticas, nacionalmente, buscando assim uma abordagem centralizada e uniforme;

D) observar as contribuições resultantes dos diálogos com os Entes Federados e a sociedade durante o processo de elaboração do PPA;

E) promover a sua implantação, de forma progressiva, segundo as prioridades estabelecidas pelo governo.

Livro Administração Pública, 6ed/2017,pg.321. Segundo Paludo “Tanto o Monitoramento como a Avaliação do PPA encontram-se pautados nas seguintes diretrizes: atender às necessidades dos órgãos setoriais e de coordenação de governo, para subsidiar a tomada de decisão nos diferentes níveis; considerar as lições aprendidas com as experiências de monitoramento e avaliação no setor público em âmbito nacional e internacional; observar as contribuições resultantes dos diálogos com os Entes Federados e sociedade durante o processo de elaboração do PPA; e promover a sua implantação, de forma progressiva, segundo as prioridades estabelecidas pelo governo”.

Questão 57É previsto que um sistema de monitoramento e avaliação do PPA disponibilize aos gestores públicos instrumentos de apoio ao gerenciamento dos programas. Esses instrumentos devem permitir:

A) concentrar as comunicações relacionadas às políticas transversais e multissetoriais entre os atores de governo;

B) elaborar painéis de evolução de metas e indicadores em relatórios gerenciais periódicos;

C) implementar de forma protelatória medidas para mitigação dos elementos críticos relacionados ao alcance das metas;

D) minimizar os erros na tomada de decisão ao evitar o cruzamento de informações de bases de dados de diferentes órgãos de governo;

E) realizar análises setoriais com especialistas de governo com escopo amplo para todas as políticas públicas.

Livro Administração Pública, 6ed/2017,pg.321. Segundo Paludo “O Sistema de Monitoramento e Avaliação deve disponibilizar aos gestores públicos instrumentos de apoio ao gerenciamento, de modo a permitir: elaborar painéis de evolução de metas e indicadores e relatórios gerenciais, tais como balanços periódicos …”

 

ESAF/2016 – Analista da ANAC

Questão 1: Correlacione as colunas a seguir e, ao final, assinale a opção que contenha a sequência correta para a coluna II.

(1) Administração Pública Patrimonialista: (2) Administração Pública Burocrática: (3) Administração Pública Gerencial:

( ) Modelo de gestão que tem como princípios orientadores do seu desenvolvimento: a profissionalização, a ideia de carreira, a hierarquia funcional, a impessoalidade e o formalismo, em síntese, o poder racional-legal.

Livro Administração Pública, 6ed/2017,pg.73. Segundo Paludo “A Administração Pública burocrática … Constituem princípios orientadores do seu desenvolvimento a profissionalização, a ideia de carreira, a hierarquia funcional, a impessoalidade, o formalismo, em síntese: o poder racional-legal”.

(  ) Modelo de gestão em que o aparelho do Estado funciona como uma extensão do poder soberano, e seus auxiliares, servidores, possuem status de nobreza real.

Livro Administração Pública, 6ed/2017,pg.66/67. Segundo Paludo “O Estado era tido como propriedade do soberano, e o aparelho do Estado (a administração) funcionava como uma extensão de seu poder … os cargos denominavam-se prebendas ou sinecuras, e quem os exercia gozava de status da nobreza real”.

( ) Modelo de gestão que constitui um avanço e, até certo ponto, um rompimento com a Administração Pública Burocrática. Isso não significa, entretanto, negação de todos os seus princípios.

Livro Administração Pública, 6ed/2017,pg.82. Segundo Paludo “A Administração Pública gerencial constitui um avanço, e, até certo ponto, um rompimento com a Administração Pública burocrática. Isso não significa, entretanto, que negue todos os seus princípios”.

 Questão 55: Assinale a opção correta.

a) A criação do conhecimento organizacional é uma interação contínua e dinâmica entre os gestores da organização.

b) A criação do conhecimento organizacional é uma interação contínua e dinâmica entre conhecimento tácito e conhecimento explícito.

c) A criação do conhecimento empírico é uma interação contínua e dinâmica entre operadores de natureza tácita e operadores de natureza explícita.

d) A atualização do conhecimento organizacional é uma interação contínua e dinâmica entre agentes tácitos e explícitos.

e) A criação do conhecimento organizacional é uma interação formal e informal entre gestores de natureza tácita e gestores de natureza explícita.

Livro Administração Pública, 6ed/2017,pg.180/181. Segundo Paludo “O processo de criação do conhecimento organizacional necessita da interação entre esses dois conhecimentos: o tácito e o explícito. A interação contínua e dinâmica entre o conhecimento tácito e o conhecimento explícito; a internalização e socialização dos conhecimentos – capaz de criar novos conhecimentos – foi representada graficamente por Nonaka e Takeuchi e denominada a espiral do conhecimento”.

 

Veja essa questão

EXEMPLO DE QUESTÕES EM QUE MEU LIVRO – fez a diferença !

79 CESPE-ACE-Administrador-TCE-PA/2016. No que concerne à gestão de processos nas organizações. A certificação de determinado processo, consoante a norma ISO 9000:2000, confere a uma empresa grande credibilidade junto à sociedade, visto que, além de assegurar padrões, a norma valida a qualidade do aludido processo.

Livro Administração Pública, 6ed/2017,pg.321. Segundo Paludo “A série 9000 é a que se refere ao sistema de gestão da qualidade das empresas. Uma vez normatizados os processos e certificados pela ISO, várias são as vantagens para as empresas, entre elas: maior credibilidade da empresa no mercado

As normas ISO não garantem qualidade; certificam “processos” que asseguram que os produtos fabricados segundo este processo apresentarão as mesmas características e o mesmo padrão de qualidade.

Atenção:    Normas ISO, por si só, não garantem a qualidade”.

ESAF-Analista-ANAC/2016. O ciclo de vida de um projeto, segundo o Guia PMBOK (5.edição), pode ser adaptado de acordo com aspectos específicos da organização e apresenta as seguintes características, exceto

a) os níveis de custo e de pessoal são baixos no início, atingem um valor máximo enquanto o projeto é executado e caem rapidamente conforme o projeto é finalizado.

b) a influência das partes interessadas, os riscos e as incertezas são maiores durante o início do projeto e caem ao longo do tempo.

c) a capacidade de influenciar as características finais do produto do projeto, sem impacto significativo sobre os custos, é mais alta no início e torna-se cada vez menor conforme o projeto avança para seu término.

d) em se tratando de gerenciamento de projetos públicos, devem ser observados os normativos legais que tratam de algumas áreas específicas.

e) as mudanças têm maior impacto à medida que a execução do projeto avança.

Livro Administração Pública, 6ed/2017,pg.385/386.Segundo Paludo (2017) “As partes interessadas influenciam mais no início do projeto; assim como as incertezas e riscos também são maiores no início; já as despesas com pessoal são maiores durante a execução; assim como em regra os demais custos também são maiores durante a execução; e na reta final as atividades e custos são reduzidos drasticamente”.

Caríssimos,

O Livro Orçamento Público/Afo/Lrf – tem respondido de 90 a 100% das questões dessa disciplina.

O Livro Administração Pública – tem respondido de 80 a 100% das questões dessa disciplina (Administração PÚBLICA – as vezes são inclusas Administração Geral no meio)

O Livro Administração Geral e Pública para AFRF e AFT – tem respondido 100% das questões dessa disciplina nos últimos concursos.

Estou sempre disponível no CONTATO desta página www.comopassar.com.br

Obrigado a todos que me ajudaram a alcançar esse nível de reconhecimento.

Forte abraço, fiquem com Deus e bons estudos !

 

Prof. Augustinho Paludo